22/01/2009

Is This Real? Or just an illusion?


Olá! Obrigado pelo interesse, mas o FACTOR ZERO está em novo endereço: 

https://factorzeroblog.wordpress.com

Hi! Thanx for your interest, but we've changed our address. Please visit us at 


https://factorzeroblog.wordpress.com/





9 comentários:

  1. Olá, li seu comentário sim. Desculpe não responder antes, acabei esquecendo mesmo... Obrigada pelo nosso link e pelo elogio, vou linkar você também no nosso e sempre dou uma passadinha por aqui... up the punx! :)

    ResponderExcluir
  2. The Hairy Hands1/24/2009

    Essa é uma grande banda, porém de som difícil, não é muito fácil gostar de cara.
    Algumas músicas, principalmente Is This Real e Mystery se parecem muito com o Foo Fighters, não acha (claro que, no caso, é Foo Fighters que se parecem com eles)?

    ResponderExcluir
  3. Acho que sou suspeito pra falar de Wipers, pq pra mim é uma banda incomparável. Como eu falei no texto, o povo grunge foi muito influenciado por eles. O LP Over the Edge (se vc não achar pra baixar dá um toque que eu tenho) tem umas faixas que é Nirvana puro (ou o contrário). Assim, Foo Fighters bebeu muito nessa fonte.
    Se vc achou o som difícil neste LP, nos outros (exceto Over the Edge) então, vai achar ainda mais. E acho legal isso, pq a cada audição descobre-se algo novo nas "entre-ondas" do som...
    Valeu o comentário meu camarada...

    ResponderExcluir
  4. The Hairy Hands1/24/2009

    Eu tenho os 3 primeiros discos, os outros não conheço (uma vez escutei uma música de outro disco, que achei muito boa, mas não lembro o nome nem o ano). Sinceramente, gosto mais das "músicas Foo Fighters" do que das "músicas Nirvana". Mas é uma banda sui generis mesmo. Se fossemos fazer uma árvore genealógica do punk, acho que estaria naquele galho de onde brotou o Suicide Commandos, um pouco antes, e depois Mission of Burma, Moving Targets, Bullet Lavolta, entre outros, todas bandas excelentes.

    ResponderExcluir
  5. The Hairy Hands1/24/2009

    Strongos,

    você que é das antigas, talvez possa me esclarecer uma dúvida (eu sou mais novo, só fui conhecer esse tal de panqueroque no final dos anos 80): bandas como o Wipers e o Mission of Burma eram conhecidas por aqui no começo dos anos 80?

    ResponderExcluir
  6. Hairy, primeiro incluiria também Weirdos nessa "árvore". Bom, o Wipers ainda era um pouco conhecido pq chegaram algumas cópias dos dois primeiros LPs e de uma coletânea (não me lembro o nome) que tinha a faixa Return of the Rats. Como esses discos acabavam sendo reproduzidos em fitas cassetes, tinha sim um pessoal que conhecia a banda.
    Já o Mission of Burma passou batido. Lembro que eu comprei um compacto deles (Academy Fight Song/Max Ernst) na Wob Pop Discos, que eu vi pela primeira vez uns seis meses antes de adquirir (como ninguém comprou, os caras baixaram o preço, aí eu peguei).
    Na verdade, no começo dos anos 80, os punks não tinham dinheiro para omprar os discos que eram, na maioria, importados e bem caros. Assim, a maior parte não conhecia muito som, ficava mesmo na trilogia Ramones-Sex Pistols-Clash. No início também eram muito conhecidos Stiff Little Fingers e UK Subs. Depois Exploited, Discharge, Vice Squad e Dead Kennedys ficaram bem "populares".

    ResponderExcluir
  7. The Hairy Hands1/25/2009

    Strongos,

    valeu pelas memórias! Sempre que puder, coloque alguma informação sobre a penetração das bandas postadas no universo punk brasileiro. Algumas bandas são meio óbvias, dá para identificar no som das bandas brasileiras, porém outras não são, principalmente aquelas que fogem do estereótipo punk/hardore.
    Saudações Anarquistas!

    ResponderExcluir
  8. Um amigo havia me apresentado a banda há uns trtês anos atrás e foi paixão a primeira "ouvida". Is This Real é meu preferido.

    ResponderExcluir
  9. Raphael, realmente Is this real é um grande disco. Tenho a impressão que se uma banda mais chegada à publicidade ou mais amiga da MTV fizesse uma obra desse quilate seria endeusada. Mas, enfim, isto é show-business e o Wipers foi na contra-mão da busca pela fama e o sucesso. Mas a consistência do trabalho deles é tão forte que soa atual e segue influenciando.
    Saudações anarquistas!

    ResponderExcluir