20/07/2008

O ANARQUISTA


Mais um livro para por a cabeça pra funcionar. Bakunin é um dos grandes arquitetos dos ideais anarquistas. Você pode até não concordar com ele, mas não poderá jamais dizer que suas idéia não têm fundamento. Neste livro, na verdade um fragmento de uma carta ou um relatório, que acaba abruptamente (Bakunin era extremamente indisciplinado), ele ataca a autoridade divina, base de toda a autoridade e fator primordial na origem e legitimação do Estado.
Bakunin é do século XIX, por isso, algumas de suas idéias podem soar ultrapassadas, afinal, ele viveu em um outro mundo. Por outro lado, não tentou prever um futuro para a humanidade, apenas lutou para provar a ilegitimidade de qualquer tipo de autoridade, portanto, seu pensamento é, em parte, atemporal. Mas postei o livro para compartilhar com quem se interessa pelo assunto uma obra difícil de ser encontrada em livrarias. São 87 páginas no total, mas o texto do autor resume-se a 77 páginas. No início há um breve resumo da vida deste grande anarquista, talvez, o maior. Baixe em formato PDF:

http://www.mediafire.com/?zx6sdnbmc3f

2 comentários:

  1. Pierre-RJ11/01/2008

    Em minhas reflexões, ele antecipou discussões que, atualmente, encontramos em Foucault, Negri, Battaille e Reich. Mas, exerceu forte influência nas margens da Academia.
    A questão do poder, tão evidenciada nos autores acima, encontra relações com o pensamento de Bakunin. Lamento que ele, em suas andanças e lutas pela Europa e o mundo, não tenha dialogado com Nietzsche!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo10/22/2011

    Seu eu tivesse que salvar dois autores da fogueira da inquisição, um deles seria Bakunin.

    ResponderExcluir